Follow by Email

terça-feira, 7 de outubro de 2014

 DESABAFITOS DO MEIO  DA SEMANA

ANÁLISE SOBRE O NOVO PROGRAMA DO R.A.P DA TVI QUE POR MIM JÁ TEM UM R.I.P

pelo “Cornista “ CABÈ.

Ora então muito bom dia!
Para que os meus leitores tenham a certeza que eu não procuro só a minha promoção enquanto músico, aqui a vai a minha crónica opinativa sobre o novo programa do Ricardo Araújo Pereira na TVI.  È certo e sabido que eu não falo publicamente sobre o trabalho dos colegas, mas que eu saiba ele não é músico e como tal lá vai.
UMA BOSTA1
Mas não me admiro, sinceramente eu já esperava este mais do mesmo, admiro-me sim de ver a TVI entrar neste barco, mas convenhamos que nem tudo vai bem naquele reino e nem sequer me interessa saber se é ou não verdade que ele ganha 600€uros por minuto, primeiro porque não sou invejoso, segundo porque o dinheiro não é meu, que eu saiba claro, se isto fosse na RÊTÊPÊ  a conversa era outra, mas ele (TVI) é que sabem, ainda ontem o garboso Jornalista José Alberto Carvalho, puxava dos galões para dizer que foi o programa mais visto do dia e bla, bla, blá, eu fiquei seriamente preocupado e pensei: “Mau, estarei a perder as minhas faculdades humorísticas”? Mas não, tal como eu tive curiosidade de ver, há muitos tugas que se querem manter informados e foram ver porque criticar sem ver?
Alto e pára o baile!…
(esta tirada é defeito de profissão) Acredito que daqui a uma semana o  Zé Alberto só por uma mentirinha piedosa para não ficar mal no retrato vem dizer a mesma coisa. Mas enfim eu não lhe posso levar a mal porque o Zézito tem de defender o “tachito” e puxar  a brasa á sua sardinha.
Mas deixem-me que eu seja mais assertivo no que digo e volte à “vaca fria” em questão ao R.A.P.
Este rapaz é um esperto nesta Pátria sem Lei e sem rumo, só que há muito que não consigo achar que ele traga algo de novo no que diz respeito ao humor. Engraçado quando aqui há tempo eu vi uma reportagem feita, quando ele foi entrevistado pelo Jô  Soares  achei a mesma coisa, ou seja ele a dar se a ares de importante a comer pudins sem mastigar,com os espetadores a rirem-se á bruta, depois falei com uma amiga minha Brasileira que por tal sinal estava no público e que me disse que a “galera” riu à toa, pela figurinha ridícula que ele esteve a fazer. Ah! Agora entendi.
Mas aquilo é o circo?
Então vejam o grande César Mourão, quando lá foi, humilde, cauteloso porque sabe que o Jô é uma raposa velha esperta, bom no que faz e de humor percebe ele, mas na hora de mostrar serviço o César deu show … têm dúvidas? Então procurem no Youtube.
 Quando chamo esperto ao RAP é porque ele em vez de levar os seus quiçá ex-colegas do gato fedorento, foi buscar o Manuel Guilherme que é sem dúvida alguma, dos atores mais expressivos que eu conheço além da ser um polivalente que em gíria se pode dizer “pau para toda a obra”. Mas o que há de novo? Os “bonecos” são os mesmos, sempre com aquele sotaque nortenho na maioria da vezes e as piadas secas para intelectuais de café.. Aliás já mixórdia da temática que ele apresenta na RC é mais do mesmo, eu às vezes ouço porque tenho um rádio no WC que só apanha bem a Radio Comercial e quando ando com prisão de ventre eu aproveito para ouvir as piadolas que ele conta para os amigos e depois cago-me a rir literalmente.
Não quero dizer com isto que tudo o que ele faz é mau, o mau é estes garbosos filhos do 25 de Abril acharem que podem brincar com tudo, e depois desatam a dizer piadolas entre eles e fartam-se de rir. Só quando a coisa dá para o torto dizem ah e tal isto era brincar, não sabem aceitar uma piada?
Já o Joel Branco dizia num monólogo de um sketch que tinha por tema o “ponto no teatro” que antigamente os autores punham uma “porra” á entrada e uma “merda” à saída e o público adorava, mas que hoje a malta ri-se com qualquer “merda” e isso deixou de ter piada e também afastou o público do teatro de revista.
N.R: (Isto passou-se quando trabalhei com ele na Revista “E Viva o Velho” no Teatro de Variedades, como O Artur Garcia , Fernanda Batista, o encenador Carlos Mendonça, Leonel Sena, Diana, Mariete Pessanha ente outros. A propósito e a talhe de foice… A produtora Cristina(só digo este nome) ferrou me o cão em 1200 contos (6000 € ) mas enfim já passou, é só para me lembrar de não aceitar agora pagamentos a 30 dias com as entidades do estado.
Fiquei pasmado quando li um destes dias que o Herman tinha o RAP em grande consideração.. Desculpa Herman! Tu para mim continuas a ser o Rei, temos a mesma idade, mas eu cresci a rir e a colecionar os teus personagens, digo te ainda mais tenho na minha mesa-de-cabeceira 2 livros a Bíblia e a tua Biografia HERMAN o verdadeiro artista  e acredita companheiro que não estou a mentir nem a ironizar. (ver as fotos )
Já te vi 2 vezes ao vivo na tua versão humilde e adorei ri e aplaudi tanto que chamei a atenção das pessoas que estavam á minha volta. Onde??? Na FATACIL no Verão de 2013 por exemplo.
Mas por favor não me venhas com tretas, lembra-te que tu agora já não és cínico ok?
Tu não!
Eu sei, eu sei que a “gente” já estamos naquela fase de sermos uns maricas sentimentais, mas porra pá, não me faças arrepender de ter na minha mesa de cabeceira ok? Deixa te lá disso e enaltece o Monchique, a Ruef, a Ana Bola o Manel, entre tantos outros, que te ajudaram  a teres sucesso nos teus programas. O problema foi que tu a uma determinada altura   aburguesaste-te e depois lixaste tudo, tu és um artista do povo e “mai nada”.
Mas porque carga de água que eu quero falar de uma coisa e acabo noutra? Uffff até estou cansado…
Mas caros leitores não pensem que eu tirei o dia para zurzir no RAP além do mais até acredito que ele se esteja nas tintas para mim, mas eu não estou para ele, não quero que ele seja mais um a embrutecer-me.
Ver o Passo Coelho a dizer mais do mesmo ou seja nada durante hora e meia e depois levar com o humor satírico do RAP mas de qualidade duvidosa e que eu esperava ser um digestivo para a noite, foi demais, tanto que assim é que tive de recorrer a um xiripti de Bayley  e  arrematar com um  chazinho de lúcia Lima. 
Em suma!
Se eu disser que o programa não presta também estou a ser mauzinho, não me move nada contra o RAP, ele está num canal independente como tal se eles querem estoirar as massas desta forma é com eles, e admito que o RAP é um bom ator, com “bonecos” muito bem feitos e piadas giras, mas neste caso não.
 Daí o meu desencanto!
Espero que ele consiga dar a volta de outra maneira, porque depois de um jornal que é só desgraças sabia bem dar umas risadas e porque não umas sonoras gargalhadas para terminar o dia, mas para já RAP, tens o meu sorriso mais cínico que eu possa expor, os mesmos que essa maltinha que se ri de ti e não contigo, põem para te serem agradáveis, mas claro isto sou eu que sou estúpido, não tenho senso de humor e não sei escrever piadolas.
Tens razão meu amigo não sei por isso não tenho programas na TV, mas já agora só meramente a título informativo… Ainda andavas a saltar de colhão para colhão, já eu escrevia textos para comédia, ensaiava artistas amadores depois de um dia de trabalho, compunha músicas inéditas para revistas populares, representava etc etc etc… èh pá desculpa lá se eu agora me enchi de brios e parece que te estou a quere4r roubar o protagonismo, mas se fores humilde antes de me mandares “cadamãe” ás costas, aceita a minha opinião.
Porque é que nunca ouviste falar de mim?  Porque não nasci com o cu virado para a lua como tu, depois não tive a TV por detrás e o meu tempo passou, mas para tu veres que eu não sou um má-língua se tiveres aflito, mas mesmo muito aflito dá cá uma apitadela ao “je” que eu se tiver tempo rabisco qualquer coisa para tu fazeres.
E tens razão!
Melhor que falecer é o teu programa, mas para eu não piorar dos nervos tenho bom remédio não vejo …Sê feliz tudo de bom para ti e não te abespinhes comigo porque continuo a ser um admirador teu mas desta vez o RATO PARIU UMA MONTANHA.
Tá dito? Tá feito!

    

Sem comentários:

Enviar um comentário