Follow by Email

terça-feira, 7 de outubro de 2014


“DESABAFÃO DE DOMINGO, LEIA & PARTILHE SE QUISER”

  ASSIM NEM COM VIAGRA EU ME ENDIREITO!

                                OU

  COMO SER FORNICADO E MAL PAGO!

São 5.20h da manhã deste Domingo dia 5 de Outubro de 2014 e ando aqui às voltas com a minha consciência, sobre o deve e o haver e se por um lado penso que o melhor que eu faria era seguir aquela citação popular do “cagando e andando”, por outro sinto que no mínimo preciso desabafar e ao mesmo tempo deixar aqui um recado aos sonhadores que acham que lá por terem entrado naqueles concursos de caça talentos das Tvs, ou dos karaokes e lhes dizem, ***parabéns és muito bom e vais ter um grande futuro na música***, ou quando vejo jovens promissores que lá por terem tido uma boa prestação, ajuízam que são favas contadas e a partir daí passam a andar em bicos de pés, esquecendo conselhos de quem anda nesta vida há quase meio século, fico sempre com vontade de meter a boca no trombone e “lascar” a direito, mas será que vale a pena chamá-los á realidade? Como um certo dia uma nojenta de uma espécie de jornalista de uma dessas revistas das futriquices me disse numa entrevista sobre um assunto que prefiro não citar agora: *** O Sr.º Carlos acha que tem o direito de impedir uma jovem de sonhar’*** Eu nessa altura, o que devia ter feito era ter corrido com aquela porca lá do meu estúdio de ensaios e encerrar ali a conversa, mas não o fiz, porque o meu lado não-alinhado, não submisso decidiu responder-lhe à letra e mostrar-lhe que nem todo o mato é orégãos. Acabei por pagar bem caro por isso, ela vingou-se e escreveu coisas que eu nunca disse, pondo fim a uma amizade que tinha com alguém de muitos anos e sem direito a retratar-me. Mas foi o suficiente para daí para a frente eu ainda ter mais coragem de dizer na cara dos candidatos a vedeta que nem tudo o que luz é ouro. De tantos e tantas que ajudei, só 2 pessoas e uma “filha pródiga” levaram á letra os meus conselhos é por isso que 16 anos depois ainda estão na música sem nunca terem vendido a “alma ao diabo”. Não quero dizer com isto que as outras pessoas o tenham feito, mas também até hoje não tiraram o pé da merda. Porque se eu quisesse cantar de borla era o gajo mais famoso de Portugal.
Ora bem, isto foi só o introito por isso caro leitor ou desiste já por aqui, ou então tente levar -me a sério e dê um pouco mais do seu tempo em prol dos iludidos. Perceba que eu não estou preocupado se lê tudo, ou me leva a sério, os meus desabafos valem o que valem e servem precisamente para eu escrever o que sinto, e se for preciso mais tarde recordar-me que a grande parte da minha luta pelos meus ideais não foram tomados de ânimo leve. Ser, ou ter comportamentos sociais politicamente corretos é na verdade uma atitude defensiva que me livra de perder tempo, mas há alturas que  não há “cu que aguente” tantas infiltrações.
Em todas as profissões há bons e maus profissionais, mas o meu maior medo, é com os medíocres, com aqueles que por dinheiro e sempre o maldito dinheiro, são piores que o assassino mais refinado, os que não consigo definir e quando isso acontece, muitas vezes já é tarde.    
Há muitos anos que deixei as minhas ilusões para trás, por favor não confundir com os meus sonhos, penso que ao fim de os primeiros 5 anos como músico e já vou a caminho dos 47 anos de atividade eu percebi que, ou tinha dinheiro, muito dinheiro, para me afirmar ou tinha de me submeter aos caprichos dos agiotas ligados ao Mundo da música. Como a primeira opção nunca quis nada comigo, só me restava embarcar na segunda e não fui capaz, daí que quase 47 anos depois eu ainda continue a remar contra a maré. Meus anjinhos candidatos a vedetas, isto é a pura das realidades, não tem nada a ver com o talento, nem tão pouco com a sorte, ou acham que se o meu trabalho não tivesse valor eu ainda cá andava? Eu vejo por aí tanta gente com talento, direi mesmo enorme talento, só que a ilusão e a vaidade cega que demonstram, aliada a uma boa dose de arrogância vai acabar por perdê-los. Mas agora dirá você: *** Mas este Carlos Camarão pensará que é algum profeta?*** ou então *** Mas porque é que este gajo não se mete na vida dele? Ou ainda *** Mas porque é que ele fala tanto e nunca passou da cepa torta? *** Não é bem assim eu considero que tenho uma História de vida deveras riquíssima ok? No entanto, todas estas interrogações que possa ter, apesar de não estar de acordo, admito que são passíveis de serem criadas, mas o problema é que por causa destes candidatos a vedeta que acham que é atar e pôr ao fumeiro, é que eu não saio da cepa torta e reparem falo por mim e por largas centenas de músicos e projetos, alguns  100% profissionais que vivem em sérias dificuldades por causa destes entusiastas que só querem é aparecer. Não questiono sequer a qualidade deles e delas, o público que o faça, mas que o faça bem feito, que não vá só atrás de um palminho da cara, de umas pernas bonitas, ou de histórias de vida onde tudo é cor-de-rosa, eles também se peidam e arrotam e estão se nas tintas para vocês, essa história do “façam barulho” “são o melhor público do Mundo” “levo-os no coração “ etc. etc. é tudo treta, eles levam mas é a carteira recheada e nada mais. São como os futebolistas, dentro do campo andam á porrada e passam essa violência cá para fora e em nome das torcidas, das claques, matam esfolam partem e criam-se ódios de estimação, mas depois quando a época acaba, é vê-los nas Seicheles, Côte de Azur, Miami em grandes iates com fotos de família, copos, vida de lordes em grande confraternização enquanto você nem para ir até ao Algarve tem hipóteses. Quer mais? Você está doente precisa de um médico, de uma simples consulta vai ao hospital e espera horas a fio e nem sempre é bem atendido como sabe, porque muitos daqueles médicos não passam de mercenários da saúde, mas vem um garboso futebolista porque tem uma dor na nas “nalgas” e tem direito a tratamento VIP.
Não estou a divagar meus amigos, eu só falo do que sei e aconteceu comigo, estar no Hospital de Santiago em Setúbal á espera de uma consulta quando  o “sôr dotôr” chegou a tarde  e a más horas e não me queria atender porque o “sôr dotôr da mula ruça” tinha de ir para o Hospital da Luz para as consultas da tarde.. Nisto eu vou a receção para reclamar quando vejo um jogador do Vitória de Setúbal vindo da “cona da mãe street, la de onde o diabo perdeu as botas” ou coisa que o valha, para mim ele falava chinês acompanhado por 2 zelosos funcionários do Vitória a fazer a ficha e passar á frente de toda a gente…………..(pausa para me acalmar)………………fiz o maior putedo que possam imaginar, dei 4 murros no balcão mandei umas “merdas mas afinal o que é isto?” e quando dei por mim tinha 2 seguranças a mandarem me calar senão punham me na rua….mas eu sujeito a levar uns tabefes fiz me a eles, mandei umas alhadas e disse so me tiram daqui á força e iam tirar –me  lolllll, quando o “sôr dotôr” veio á porta muito incomodado com o barulho perguntar o que é que se passava e eu disse – lhe olhe se me acontecer alguma coisa o “xôr” é que é culpado estou aqui desde as 9.30h da manhã com consulta marcada e agora vem um escarumba que dá uns pontapés  na bola e passa á minha frente? (ESTA TIRADA RACISTA FOI SÓ PORQUE EU ESTAVA DE CABEÇA PERDIDA ACONTECE AOS MELHORES) ainda por cima argumentei “O GAJO É FEIO QUE DOI” isto porque uma das rececionistas ficou com comichão no grelo quando ouviu que vinha a subir um novo reforço do Vitória de Setúbal e eu tinha ficado a pensar cobras e lagartos dela, pelo frenesim que criou, só que quando o viu passou a bola a outra. O que um gajo diz quando perde o controlo das boas maneiras… O médico foi á receção e quando voltou disse, eu atendo-o já a seguir….    
Bom eu desviei-me do móbil principal que me levou a escrever este desabafo e já são 8.49h. Ora bem sabiam que já se constituíram empresas ou la o que será para levarem os “artistas” a cantarem de borla aos programas Domingueiros da SIC e da TVI? Não? Então não é que me garantiram que há “mãnfios” desses que pagam 250 €uros de cada vez que lá vão fingir que estão a cantar? Não? Então a SIC e a TVI preenchem as tardes com aquela xaropada que salvo algumas raras exceções é um desfile do pior que se faz em Portugal, empoçam umas massas e quanto aos “artistas” é á bicha e não há bilhetes…. Ok, Ok, Ok eu admito que você já esteja a pensar: *** MAS O QUE É QUE ESTE GAJO TEM A VER COM ISSO? *** Ou então *** MAS QUE GRANDE MENTIRA*** Ok até pode ser mentira que a editora Espacial domine o jogo de bastidores todo e digo nesta parte empresarial eles têm de sobreviver e cada qual joga com as cartas que têm, ou seja contra a Espacial? Nada!
Mas e contra os “artistas”? Bem contra esses… também não dirá você!
Ora bem então veja lá finalmente o porquê de me sentir revoltado.
Este Verão fui contactado por alguém responsável de um Hotel de 5 estrelas no Algarve que me propunha fazer os Meses de Setembro e Outubro uma vez por semana onde iria alternar com os nossos Tributos aos ABBA e aos BEE GEES, isto para começar.. Mais uma vez e em vez de me pôr em bicos de pés afinal não seria a primeira vez que atuamos em Hotéis, eu preferi responder a quem de direito num e-mail personalizado, onde lhe explicava que residimos no Barreiro e que só a parte logística tinha custos elevados. Reparem! Em vez de pensar… ai e tal, Hotel de 5 estrelas há lá dinheiro, querem qualidade paguem…. O pobrezinho do Carlos resolveu enviar um valor que numa primeira fase fazia um jus mínimo ao nosso valor, ao nosso trabalho e á nossa deslocação… passado uma semana como não obtive resposta, reli o meu e-mail e pensei: caramba, vou apertar aqui o cinto, afinal quem sabe ao abrirmos aquela porta não estejamos mais perto de conseguirmos realizar o sonho da Sónia que é tocar a bordo de um cruzeiro. Nós temos uma boa cotação por terras Algarvias, principalmente a comunidade estrangeira residente e turistas têm-nos procurado, apoiado, e convidado a atuarmos em festas particulares deles, e já não é a primeira vez que temos estado perto de fazermos uma perninha em alto mar, o problema não são os convites, nem os valores e sim a disponibilidade dos músicos, mas adiante.
Pois eu pensei, repensei e envio um segundo e-mail para o Hotel em causa onde depois de tirarmos o valor da deslocação de 2 carros e ter decidido eliminar as portagens ou seja tirarmos do nosso bolso esse “privilégio” que pretendia usar só na volta, já que a ideia era voltarmos logo após a nossa atuação o que na prática seria estarmos por casa lá para as 3 da manhã e 600km em cima, lá apontei uma margem mínima, digo,  irrisória com a contrapartida de haver hipóteses de sermos contratados ao longo do ano e quiçá no Verão. Entretanto a resposta demorou, demorou e ontem á noite passado um Mês, lá tive a dita resposta.. Como era para ser em Setembro e Outubro percebi logo que iria ficar sem efeito, e confesso que até já me tinha esquecido, afinal a vida não para e desde que haja saúde para mim será sempre um “siga a dança” e partir para outras paragens. Mas ao ler a resposta fiquei estupidificado e senti-me ofendido. Então não é que me dizem que o budget que tem para fazer essas festas é de 150 €uros?
Ora vamos lá ver se eu entendo: então a pessoa sabe que somos 5 elementos, que lhe disse que a nossa deslocação rondava os 120 euros sem portagens, que os nossos espetáculos são de grande qualidade como sabiam, queriam uma fidelização semanal e oferecem 150 €uros?? Mas isto é um gozo ou quê??? Reparem a pessoa em causa não tem culpa ela até foi sincera dizer quanto dispõe para a animação e não era obrigada a isso, está defender o posto de trabalho dela e eu entendo, mas e a Administração do Hotel? Um Hotel de 5 estrelas paga-se bem ou não? Eu não sei, nunca fiquei hospedado em nenhum, mas calculo que não é para todos correto? 150 €UROS???? Há e mais,  sobre os 150 € eu iria passar recibo onde as finanças recolhem 25% para o IRS, ou seja eu ia pagar para tocar… Entrava na onda dos candidatos a artistas que agora pagam á SIC e á TVI para aparecerem.. E não estou a falar de borla, porque das 2 vezes que fui á RTP com a Simara foi ela que custeou as nossas despesas de deslocação, há cerca de 2 meses recebi um convite para irmos a Fafe participar no programa da volta a Portugal onde supostamente iríamos “tocar 2 temas” mas tínhamos de ser nós a custear as despesas de ida e volta. Declinei o convite porque 2 dias antes, comunicaram-me, que já não seria 2 músicas e sim 1.
Eu disse ao meu amigo: ***Oh companheiro muito obrigado pelo convite mas assim não***. Então eu ia para Fafe e voltava no mesmo dia para aparecer 3 minutos no ecrã da TV, no meio de uma enxurrada de outros artistas? Percebam que o problema, é que a fartura é tanta que quando o programa acaba já ninguém sabe quem é quem… Lá pagar as deslocações eu ainda alinho, há que investir, agora pagar para aparecer????? Por mim passo.
Mas é por causa desses “paraquedistas de ocasião” bêbados por uma pseudo notoriedade e fama de araraque que depois os que andam na luta para darem, um pouco de dignidade aos que fazem da música a sua vida, são “fornicados e mal pagos”…É por causa desta “gentinha” que acha mesmo que basta ouvirem dizer num concurso da TV ou Karaoke que tens o Futuro á tua frente que já está garantido e são favas contadas… Se são jovens claro que têm o futuro à sua frente mas isso é a única verdade que lhe é dita…. E depois na força da sua santa ingenuidade, e da sua juventude, para aparecerem pisam tudo e todos, sujeitam-se a manhas e artimanhas de pseudo empresários e produtores de cordel. Gastam o que tem e não tem na ânsia de aparecerem onde meia dúzia de aplausos e umas palmadas nas costas de alguns amigos da corda chegam para pensarem que já são alguém… Podia começar a desfiar aqui uma longa lista de nomes que prometiam mundos e fundos e que “morreram na casca” … Mas sabem uma coisa ESTOU FARTO!
Já desisti de bancar o Herói dos indefesos, o tempo é que nos ensina e até alguns atrás, quando eu “adotava” um novo elemento que eu conseguia perceber que tinha potencial, para ir mais além do que eu consegui, que o ensinava, que o protegia dando a cara por ele, que lhe arranjava trabalho enquanto lhe segurava na mão e lhe pagava ainda por cima, esse tempo para mim acabou. Nunca prometi a ninguém fama, o que prometi foi trabalho muito trabalho, tudo o que atrás referi eu dei de borla a todos, só exigia fidelidade á minha causa e quem trai a minha confiança está fora do meu Mundo.
Hoje sinto-me cansado, principalmente por ver que a concorrência é desleal, e imunda. Sei, vejo e sinto coisas que me enojam, pessoas que tudo fazem para aparecerem, que não vendem talento e só se prostituem prejudicando quem quer dignificar a profissão de músicos de verdade. Não ponho sequer em causa a qualidade atenção, cada um sabe de si neste aspeto!!!!!!!!! O que ponho em causa é a dignidade e o brio profissional que cada vez mais, é uma palavra vã neste “mercado da música”.
Por isso meus “ anjinhos candidatos a artistas” abram bem a pestana porque quando pensarem que já tem o Mundo aos vossos pés vocês caiem do cavalo e nunca mais se levantam. Não sou profeta da desgraça porra nenhuma, sou um músico que sempre tentou ser humilde e que ao fim de quase 47 anos de atividade interrupta tem calo no cu como o macaco e se eu não sei do que falo, pensem lá um pouco…. serão vocês que ainda andam de fraldas que vem ensinar a missa ao padre? E reparem que eu estou a tentar “ensinar” como se come e não como se faz a papa. Não são obrigados a seguir os meus pergaminhos. Nem tampouco quero ser o salvador da Pátria, so que gostava de  acabar a minha carreira com dignidade e cada vez está mais difícil, já viram se eu fosse aceitar os 150 €uros, o pior é que vai haver alguém que o vá fazer disso ninguém duvide? Não o fiz nem sequer respondo porque me sinto ofendido, estou saturado de semear para colher. Só ainda não fechei a loja e vou teimando em semear mesmo sem colher algo que se veja e me realize totalmente, porque ainda tenho o desejo de deixar um legado para os que me apoiam, me escutam, confiam e sabem que eu sou:
 PUTA MAS SOU SÉRIA!

Tá dito? Tá feito!      

Sem comentários:

Enviar um comentário